ITeCons
ITeCons
UC
Caminho › itecons.uc.pt › Projetos › mcRICE - Compósitos multifuncionais sustentáveis produzidos a partir de casca de arroz, integrando granulados reciclados de borracha e cortiça
Projetos

Site do projecto

Nº Projeto:
POCI-01-0247-FEDER-017710

Data de início:
01/09/2016
Data de fim:
28/02/2019

Montante financiado:
369.334,85 €
Montante de investimento:
634.275,18 €

mcRICE - Compósitos multifuncionais sustentáveis produzidos a partir de casca de arroz, integrando granulados reciclados de borracha e cortiça

PromotorAmorim Isolamentos

Copromotor(es)LogAcustica
Flexocol
ITeCons

Enquadramento

Este projeto surge no seguimento de uma candidatura do Aviso n.º 33/SI/2015, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização apoiado pelo FEDER. O projeto insere-se na modalidade “Projetos em co-promoção” inscrita na tipologia “I&DT Empresas”, subalínea ii) da alínea a) do n.º 1 do artigo 5º do regulamento do SI I&DT.

Com este projeto, propõe-se o desenvolvimento e otimização de materiais compósitos que incorporem na sua composição resíduos de casca de arroz, de borracha e de cortiça. A seleção destes resíduos foi orientada, sobretudo, pelo objetivo principal do projeto, que se centra no desenvolvimento de materiais com aplicação em soluções construtivas que requerem um elevado desempenho ao nível do comportamento dinâmico, térmico e acústico.

No que diz respeito aos resíduos, pretende-se, combinar as melhores propriedades de cada um dos materiais. A casca de arroz é um resíduo abundante que, devido ao seu baixo valor nutricional, não tem aplicação na alimentação animal. A colocação em aterro e queima destes resíduos não constituem opções viáveis. A casca de arroz apresenta um elevado teor em sílica, que poderá causar problemas respiratórios (no caso de ser queimada) e danos ambientais, para além da contaminação de solos, devido à lenta degradação na natureza. No entanto, a casca de arroz pode ser valorizada e ter diversas aplicações, deixando de ser um resíduo agrícola e passando a ser um subproduto da cultura do arroz, com elevado potencial económico. O seu potencial para o projeto reside no facto deste material deter boas propriedades de isolamento térmico e acústico, derivada da sua estrutura morfológica.

A borracha reciclada, proveniente da valorização de pneus usados, resíduo igualmente abundante, tem sido aplicada com sucesso em diferentes tipos de soluções para pavimentos, evidenciando importantes propriedades relacionadas com a absorção de impacto, resistência à compressão e durabilidade. A borracha é caracterizada, ainda, por apresentar boas propriedades ao nível da rigidez dinâmica.

Os resíduos de cortiça são atualmente aplicados em diversas soluções construtivas, demonstrando boas propriedades ao nível do isolamento térmico e do desempenho acústico. A cortiça tem, ainda, a vantagem de ser um material 100% natural, com muito baixa energia incorporada e elevada durabilidade.

No que diz respeito ao tipo de soluções a desenvolver, foram identificadas, com base no conhecimento dos promotores desta candidatura, as seguintes aplicações: painéis para divisórias verticais, mantas resilientes para pavimentos, revestimentos para pavimentos, difusores acústicos e apoios antivibráteis para equipamentos.

Cofinanciamento

Cofinanciamento

 

Tome Nota